Toledo mostra que anti-política serve à direita

por Fernando Brito, Tijolaço

José Roberto de Toledo, hoje, no Estadão, destaca pontos interessantes  da análise detalhada, com cruzamento dos dados, da pesquisa Datafolha publicada segunda-feira, que apontou Lula na liderança (30%), à frente de Jair Bolsonaro (16%) e Marina Silva (15%).

Embora pesquisa, ainda longe das eleições, não possam ser olhadas com interpretações absolutas, os detalhes que Toledo traz, são reveladores.

O primeiro deles é que a desilusão com a política serve, sobretudo, à direita. Comentando o inédito empate entre os que se consideram envergonhados(47%) e os que se dizem orgulhoso de serem brasileiros, Toledo diz que há uma prevalência, no grupo dos que têm vergonha, de eleitores de Jair Bolsonaro e, como é natural, de brancos, nulos e indecisos.

O “maior” índice de “temerismo” – os que o acham ótimo ou bom – é alcançado entre os tucanos: “simpatizantes do PSDB dão nota média 4,3 a Temer. É mais alta que a de todos os outros partidários, inclusive peemedebistas. No geral, os brasileiros dão nota 2,7 ao governo. Entre tucanos, 28% acham Temer nota 7 ou superior – é mais do que o dobro da taxa de quem dá notas como essas no resto da população. Para azar do presidente, só 5% declaram hoje preferência pelo PSDB. ”

Ao inverso, João Doria e Geraldo Alckmin têm algumas das mais baixas taxas entre os 69% dos eleitores que classificam o governo como ruim ou péssimo: 7% e 5%, respectivamente. “Temer depena os tucanos”, diz Toledo.

Lula é o grande catalisador desta insatisfação com o atual presidente. Quatro entre cinco de seus autodeclarados eleitores acham Temer ruim ou péssimo.

Leia::  Dilma aponta agressão à liberdade de expressão no caso Eduardo Guimarães

Mas há, no artigo de Toledo, já de início, recorda a advertência de Marcos Paulino, diretor do Datafolha: ““Se a economia piorar, como aconteceu antes de junho de 2013, vai ter rua”, previu ele, dizendo que o descrédito pode nos levar a conviver com “uma bomba-relógio social”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *