Porque não saem pesquisas? Resposta em Pernambuco

por Fernando Brito, Tijolaço

O Jornal do Commercio de Pernambuco publica hoje uma pesquisa de intenção de voto, realizada com 2.014 eleitores do estado pelo Centro Universitário Maurício de Nassau – que há dez anos realiza levantamentos de opinião pública entre os pernambucanos. O resultado é uma boa pista do porquê andam tão sumidas as pesquisas de intenção de voto: Lula aparece com 65% da preferências dos eleitores, astronomicamente longe dos dois que empatam em segundo: Marina Silva e Jair Bolsonaro, com 6%.

Ah, mas Lula sempre foi favoritíssimo no Nordeste, que é considerado o “paraíso do PT”… Não, ainda assim o resultado é impressionante: Dilma teve, no primeiro turno, em 2010 e 2014, 46 e 42% dos votos pernambucanos e Lula, em 2006, 70,9%, o que é uma perda ínfima diante da estúpida campanha de mídia que contra ele se fez.

E não apenas ele não perdeu como todos os demais perderam muito, a começar por Marina Silva, que recolheu 19% e 21% dos votos em Pernambuco, nas duas últimas eleições presidenciais.. Dos tucanos, nem se fala: dos 33,5% que obteve lá em 2014, conserva apenas 1%.

Aí está uma boa razão para entender porque não aparecem pesquisas presidenciais há tempos e porque, hoje, Nélson Jobim diz que Lula, se chegarem ao ponto de o mandarem prender ou cassarem seu direito de ser candidato, elege qualquer um – a começar por Ciro Gomes, segundo ele – em 2018.

Leia::  Malafaia e Cantanhêde decretam: é Dória

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *