O campo de testes onde soviéticos explodiram quase 500 bombas atômicas

Vista aérea do ‘Polígono’, em que mais de 400 bombas nucleares foram detonadas

“O Polígono” do Cazaquistão é um lugar com um passado aterrador.

Da BBC Brasil

Durante a Guerra Fria, mais precisamente entre 1949 e 1989, o local, conhecido oficialmente como Campo de Testes de Semipalatinsk, esteve no coração do programa nuclear da União Soviética – nada menos que 456 bombas foram detonadas nos 18 mil quilômetros quadrados do espaço.

E as consequências são sentidas até hoje.

Situado em uma região de estepe na Ásia Central, o Polígono era o maior campo de testes do mundo e sua extensão equivalia ao território da Bélgica.

Os testes eram coordenados a partir da cidade planejada de Kurchatov, que recebeu este nome em homenagem ao físico Igor Kurchatov, um dos pais do programa nuclear soviético.

Os números do “Polígono”

O maior campo de testes nucleares da história

456

testes nucleares

500 mil ou +

pessoas expostas à radiação

  • 40 anos duração do programa de testes do programa soviético
  • 1.200 número de ogivas nucleares abandonadas após o colapso da URSS
  • 110 mísseis deixados no campo após a retirada das tropas soviéticas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *