“Não vou te visitar na Papuda”, diz Bolsonaro ao filho em mensagem

Conversa entre o deputado e o filho Eduardo foi flagrada no dia da eleição na Presidência da Câmara, pelo fotógrafo Lula Marques

Do Metrópole

Uma troca de mensagens entre o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e o filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), foi flagrada pelo fotógrafo brasiliense Lula Marques. As imagens do registro, feito no plenário no dia da eleição na Presidência da Câmara, na quinta-feira passada (2/2), foram postadas no Facebook pelo fotógrafo.

Na conversa, o pai critica a ausência de Eduardo na sessão e diz: “Não vou te visitar na Papuda”, numa referência à penitenciária do Distrito Federal. Bolsonaro, que concorria à presidência da Câmara, teve apenas quatro votos. Ele teria se irritado, pois não recebeu nem mesmo o voto do filho, e enviado uma mensagem dando uma bronca no herdeiro e o colocando sob suspeição..

A troca de mensagens aponta que Eduardo estaria envolvido em algum ato ilícito ou suspeito: “Se a imprensa te descobrir aí, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.

Veja a conversa:


Jair Bolsonaro: “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo”

Jair Bolsonaro: “Tens moral para falar do Renan? Irresponsável” (Jair Bolsonaro tem um filho chamado Renan)

Jair Bolsonaro: “Mais ainda, compre merdas por ai. Não vou te visitar na Papuda”

Jair Bolsonaro: “Se a imprensa te descobrir ai, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.

Eduardo Bolsonaro: “Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o merda do seu filho, calma lá”.

A lista de presença do dia da votação indica que Eduardo não compareceu à votação. A reportagem não conseguiu contato com a família Bolsonaro até a publicação desta reportagem.

Leia::  Lula amplia liderança para 2018, e um fascista chega a 2º, diz Datafolha, parabéns globo e afins,,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *