MT intervém na Segurança do ES

Guerra Civil provoca 95 mortes! Do Conversa Afiada

Via Gazeta Online:

O Governo do Espírito Santo transferiu o controle operacional dos órgãos de segurança pública para o General de Brigada Adilson Carlos Katibe, Comandante da Força-Tarefa Conjunta, autoridade encarregada das operações da Forças Armadas até 16 de fevereiro deste ano.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Espírito Santo nesta quarta-feira (08), assinado pelo governador em exercício, César Colnago, e pelo secretário de Estado de Segurança Pública, André Garcia.

Antes, o C Af havia publicado:

Do Estadão:

O número de mortes violentas na Grande Vitória subiu para 95 nesta quarta-feira, 8. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, Jorge Leal. Segundo ele, as planilhas deixaram de ser atualizadas nesta manhã.

“Estou recebendo a informação de policiais de que houve a determinação para que parassem de atualizar os dados. Não foi uma ordem explícita, mas uma ordem velada que partiu do governo. Estamos tentando obter os dados extraoficialmente”, afirmou Leal.

(…)

Do G1:

Policiais civis do Espírito Santo paralisaram as atividades ao meio-dia desta quarta-feira (8), em protesto pelo investigador morto em Colatina, Noroeste do estado, nesta terça-feira (7). Eles saíram em passeata até o quartel da Polícia Militar em Maruípe, em Vitória, e de lá seguem para o velório do colega.

A paralisação acontece em apoio ao movimento dos parentes de policiais militares, mas o serviço vai ser normalizado nesta quinta-feira (9), segundo a Polícia Civil.

O Sindicato de Policiais Civis diz que foi decidida uma paralisação de um dia e que não foi deflagrada greve. Amanhã, às 13h, será feita uma assembleia para deliberar o que a categoria fará diante do caos no estado.

Leia::  Em gravação, Aécio fala em trocar delegados e estancar Lava Jato

(…)

***

Guerra Civil no ES mata 87!

Tropas federais vigiam ruas desertas de Vitória.

A crise só aumenta.

O número de mortes, no quinto dia de Guerra Civil, chega a 87.

As mulheres dos policiais militares trancaram os maridos nos quartéis como forma de exigir aumento de salário.

O Ministro (sic) da Defesa (sic) Raul Jungmann (que está pendurado no Supremo) mandou a Força Nacional de Segurança e, como previsto, não adiantou nada.

Muito estranho.

Porque o o Governador Paulo Hartung, do PMB Golpista, aplicou ao Espirito Santo um exemplar xoque de jestão que, lamentavelmente, abateu um ilustre neolibelês, o Marcos Lisboa.

A PEC da Morte capixaba congelou o salario dos PMS!

São uns jênios!

PHA

Em tempo: Segundo a GloboNews das 11:00, o número de vítimas no ES subiu de 76 para 87 mortos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *