Meirelles, mais 880 mil desempregados querem saber do “crescimento”

por Fernando Brito, Tijolaço

O IBGE divulgou a taxa de desemprego do trimestre novembro-dezembro-janeiro12,6%  0,8 % a mais em relação ao período de agosto a outubro de 2016, quando a desocupação ficou em 11,8% e 3,1%maior que um igual trimestre um ano antes.

Convertendo em pessoas:são 12,9 milhões de brasileiros sem encontrar emprego, mais 879 mil pessoas em relação ao trimestre de agosto a outubro de 2016 e mais 3,3 milhões de seres humanos , se comparado a  igual trimestre do ano anterior.

Essa multidão deve estar muito curiosa em saber onde é que o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, achou o tal “crescimento econômico” que voltou ao Brasil.

E isso é desemprego aberto, não inclui quem desistiu de procurar trabalho ou está se arranjando com “bicos” parciais.

Os números sobre estes, dados ontem a conhecer, já ficaram velhos com o resultado de janeiro, e devem passar de 25 milhões de pessoas, fácil, fácil.

Leia::  Depois do golpe, direita perdeu a rua, mas ainda não perdeu o poder

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *