‘Me dá pena, pena pelo Brasil’, diz Mujica sobre manobra de Temer para se salvar na Câmara

Em entrevista à BBC, o ex-presidente uruguaio José “Pepe” Mujica afirma que o atual cenário político “gera a imagem de um Brasil muito doente” e lamenta a manobra feita para salvar Michel Temer da denúncia de corrupção passiva oferecida à Câmara pela Procuradoria-Geral da República; “Me dá pena. Pena pelo Brasil por ver o que aconteceu com uma comissão que estava estudando as eventuais acusações, em que tiveram que mudar a composição dessa comissão. E tudo indica que houve muita influência para poder colocar gente que não decepcionasse o governo”, disse; ele afirma não acreditar em “nenhuma” nas acusações contra Lula e diz que as reformas do governo Temer representam “mais de 50 anos de atraso”

Do Brasil 247

“Me dá pena. Pena pelo Brasil por ver o que aconteceu com uma comissão que estava estudando as eventuais acusações, em que tiveram que mudar a composição dessa comissão. E tudo indica que houve muita influência para poder colocar gente que não decepcionasse o governo”.

O lamento é do ex-presidente uruguaio José Pepe Mujica, que analisa a situação política no Brasil em entrevista à BBC (confira aqui a íntegra).

Na conversa com a jornalista Marcia Carmo, ele diz não acreditar em “nenhuma” das acusações em que o ex-presidente Lula é réu, critica as delações premiadas no âmbito da Operação Lava Jato e diz que as reformas do governo Temer representam “mais de 50 anos de atraso”.

Para ele, “o que está acontecendo no Brasil hoje tem antecedentes”. “Eu não posso separar isso da forma como expulsaram Dilma Rousseff da Presidência”, avalia. “Porque é evidente que no Brasil tudo ganhou um tom conspirativo de extrema-direita que está atropelando um conjunto de conquistas e melhoras sociais”, explica.

Leia::  Primo preso por carregar mala deve delatar Aécio

Sobre o juiz Sergio Moro, que condenou Lula e sequestrou todos os seus bens, faz a seguinte descrição: “acho que ele está trabalhando no compasso desses setores ultraconservadores e, na verdade, o que se percebe é que pretendem fechar o caminho para a candidatura de Lula, porque de outra forma é difícil que possam evitar que ele vença”.

Mujica diz ainda que há um avanço do “falso moralismo” no País.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *