MBL chama Joãozinho para brincar de candidato no lugar de Geraldinho

Por Fernando Brito, Tijolaço

É inacreditável no que transformaram a política no Brasil.

Inventaram uns garotinhos, que nunca fizeram nada na vida para serem os “líderes” de uma nova direita.

E tome de reportagem em revista, postagens de ódio no Facebook e até coluna na Folha.

Eram os meninos do “impeachment”.

De outro lado, no maior centro tucano do país, arranjou-se um senhor de 58 anos,  plastificado em cara de menino, que viveu sempre de badalar a elite, para ser o candidato a prefeito, com a máquina partidária de Geraldo Alckmin posta a funcionar e a atropelar todos os outros pretendentes do PSDB.

Com algumas sessões de foto junto a Sérgio Moro, o personagem habilitou-se a dirigir São Paulo, a começar logo por fantasiar-se de gari e fingir varrer calçadas.

Agora, sem ligar para as juras de  fidelidade de Joãozinho a seu patrono Geraldinho, Kinzinho e Fernandinho agora o ficam chamando para vir brincar de candidato a Presidente.

-Essa brincadeira de boi de chuchu é muito antiga, João, vem brincar de Trump!

Leia::  ‘Maia não pode presidir o Brasil porque tem o coração peludo’, diz Requião

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *