Juiz impede jornal de divulgar dados de celular de Marcela Temer

Do Jota:

O juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, da 21ª Vara Cível de Brasília, determinou em liminar que a Folha de S. Paulo se abstenha “de dar publicidade a qualquer um dos dados e informações obtidas no aparelho celular” de Marcela Temer, mulher do presidente da República, Michel Temer, sob pena de multa de R$ 50.000.

A Folha publicou uma matéria às 18h45 revelando o teor das mensagens de extorsão enviadas por Silvonei de Jesus Souza à primeira-dama. O conteúdo consta do inquérito policial anexado à ação penal de Souza, que não está mais sob segredo de Justiça. A ação foi protocolada às 17h47 e a liminar foi expedida às 18h56.

Numa das mensagens divulgadas, o hacker diz: “Pois bem como achei que esse video joga o nome de vosso marido [Temer] na lama. Quando você disse q ele tem um marqueteiro q faz a parte baixo nível… pensei em ganhar algum com isso!!!!”.

A apuração do caso foi coordenada pelo então secretário de Segurança Pública de São Paulo Alexandre de Moraes. Moraes, que atualmente é ministro da Justiça licenciado, foi indicado por Temer na segunda-feira (6/2) para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). No inquérito, não constam os nomes de Temer e Marcela, que foram chamados respectivamente de Tango e Mike.

A Folha ainda não foi notificada da decisão e, até a publicação desta matéria, a reportagem permanecia no ar. Segundo o texto publicado pelo jornal, a assessoria da Presidência da República afirmou que a frase escrita pelo hacker está “fora de contexto, misturando assuntos e referências para fins de chantagem e extorsão”.

Leia::  O “rodinho” de Dória e a saia justa da Globo. Assista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *