Golpe fracassa e, com 328 mil demissões, Brasil fecha 2017 no vermelho

No momento em que Michel Temer luta para emplacar no Ministério do Trabalho uma infratora das leis trabalhistas, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), sai um dado devastador; com 328 mil demissões em dezembro, depois da reforma que, segundo os golpistas, criaria empregos, o Brasil fechou 2017 no vermelho, com mais cortes do que admissões

Do Brasil 247

Enquanto Michel Temer luta, por meio de recursos judiciais, para emplacar no Ministério do Trabalho uma infratora das leis trabalhistas, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), sai um dado devastador para o governo que tomou o poder por meio de um golpe.

Com 328 mil demissões em dezembro, depois da reforma que, segundo os golpistas, criaria empregos, o Brasil fechou 2017 no vermelho, com mais cortes do que admissões no mercado de trabalho, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) que serão divulgados nos próximos dias e foram adiantados pela Folha nesta segunda-feira 22.

Segundo o jornal, em dezembro, o saldo de emprego formal ficou negativo em 328.539 vagas. Desta forma, 2017 acumula um resultado negativo de 28 mil vagas. De janeiro a novembro, o Caged acumulava um saldo positivo de 299.635, segundo dados ajustados.

Leia::  IR é cortina de fumaça. O que vem por aí é mesmo ampliação do rombo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *