Filme da Lava Jato é interrompido porque Eike patrocinava

Da Revista Forum

Produção reunia atores globais como Marcelo Serrado, Antonio Calloni e Flávia Alessandra

As gravações do filme Polícia Federal – A Lei é para Todos foram canceladas desde que Eike Batista foi preso.

Segundo o jornal O Dia, o empresário era um dos maiores investidores do projeto, que reúne atores como Marcelo Serrado, Antonio Calloni e Flávia Alessandra.

O longa, inspirado nos bastidores da Operação Lava Jato, teria uma nova fase de captação de imagens a partir dessa semana.

Eike Batista atualmente está preso, acusado de pagar US$ 16,5 milhões em propinas para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (R$ 52 milhões em valores atuais).

Ele chegou a deixar o país usando passaporte alemão e teve o nome incluído na difusão vermelha da Interpol, a lista dos mais procurados em todo o mundo.

O filme sobre a operação era dirigido por Marcelo Antunez (“Até Que A Sorte Nos Separe 3”), com um orçamento robusto de R$ 14 milhões.

Leia::  Preguiça danada

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *