FHC pede aos donos da Globo que salvem Temer

Avalista do golpe de 2016, que destruiu a imagem e a economia brasileira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediu aos donos da Globo que salvem Michel Temer, mesmo ciente de que ele será denunciado por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial; Temer age a mando do sistema financeiro, que pretende seguir com suas reformas rejeitadas pela ampla maioria da população; FHC teme a volta da democracia e a eleição de Lula e ignora até a informação de que Temer mandou espionar o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal; informação sobre o encontro entre FHC e os donos da Globo é do jornalista Andrei Meirelles

Do Brasil 247

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tem agido para tentar manter os tucanos na base do governo Temer e salvar a pele do peemedebista na presidência. Seu mais recente gesto foi o de conversar com os irmãos Marinho, donos da Globo, para tentar convencê-los de a queda de Temer seria ruim para o País.

Apesar ciente de que Temer será denunciado por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, FHC foca na agenda das reformas. Além disso, teme a volta da democracia e a eleição do ex-presidente Lula.

A informação sobre o encontro entre FHC e os donos da Globo é do jornalista Andrei Meirelles, do site Os Divergentes. Leia um trecho de sua coluna sobre o assunto:

O entorno de Temer estava confiante na entrada em cena de Fernando Henrique Cardoso para evitar a debandada dos tucanos. O que se diz ali é que FHC estaria agindo, a pedido da elite financeira, para assegurar a aprovação de reformas capazes de evitar que o país entre de vez no buraco.

Com o mesmo propósito, Fernando Henrique teria feito outro movimento ainda de maior interesse dos atuais inquilinos do Palácio do Planalto: ele teria ponderado à família Marinho, dona do grupo Globo, que a queda de Temer agora mais embaralha do que clareia o jogo.

Há versões diferentes sobre essa conversa. Uma delas é de que FHC teria ido ao Rio de Janeiro, em uma espécie de missão a pedido do chamado Pibão. A outra, contada por um ex-ministro ainda muito ligado a Fernando Henrique, é de que os irmãos Marinho foram a São Paulo para uma avaliação sobre a crise política.

As duas versões coincidem em um ponto: FHC teria sugerido aos Marinhos que a TV Globo pegasse mais leve com Temer.

Essa conversa teria ocorrido há mais de uma semana. De lá para cá, o Jornal Nacional, motivo maior da preocupação palaciana, não deu nenhum sinal de mudança.

Leia::  Depois do “químico” da Istoé, a Folha aparece com um “orientador de carreira” para o filho de Lula

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *