Em gravação, Aécio fala em trocar delegados e estancar Lava Jato

Na transcrição do diálogo do senador tucano com o empresário Joesley Batista, cujo áudio ainda não foi divulgado, Aécio Neves critica duramente o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, por não ter o controle da Polícia Federal e, consequentemente, informações sobre a Lava Jato, comandada pelo juiz Sergio Moro; Aécio sugere uma seleção de delegados para receber inquéritos sobre determinados políticos; “Vai vim um inquérito de uma porrada de gente, caralho, eles são tão bunda mole que eles não (têm) o cara que vai distribuir os inquéritos para o delegado. Você tem lá cem, sei lá, 2.000 delegados da Polícia Federal. Você tem que escolher dez caras, né?, do Moreira, que interessa a ele vai pro João”; segundo ele, Serraglio “é um bosta de um caralho”

Do Brasil 247

No diálogo que teve com o empresário Joesley Batista, da JBS, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) sugeriu escolher os delegados da Polícia Federal para estancar a Operação Lava Jato. Ele também chama o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, de “bosta do caralho”.

Na conversa, Aécio aparentemente fica nervoso porque Serraglio não teria informações internas da Polícia Federal e, consequentemente, sobre a Lava Jato. Confira o trecho:

Ministro da Justiça é “um bosta de um caralho”, diz Aécio.

Joesley — Esse é bom?

Aécio — Tá na cadeira (…). O ministro é um bosta de um caralho, que não dá um alô, peba, está passando mal de saúde pede pra sair. Michel tá doido. Veio só eu e ele ontem de São Paulo, mandou um cara lá no Osmar Serraglio, porque ele errou de novo de nomear essa porra desse (…). Porque aí mexia na PF. O que que vai acontecer agora? Vai vim um inquérito de uma porrada de gente, caralho, eles são tão bunda mole que eles não (têm) o cara que vai distribuir os inquéritos para o delegado. Você tem lá cem, sei lá, 2.000 delegados da Polícia Federal. Você tem que escolher dez caras, né?, do Moreira, que interessa a ele vai pro João.

Leia::  Dilma: segunda fase do golpe pode ser muito mais repressora

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *