Canalhas do PMDB receberam US$ 40 milhões

Mas, do PSDB… não vem ao caso!

por Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

981a fase da Operação Lava Jato se conclui sem pegar um único tucano!
Não vem ao caso.

De qualquer forma, os canalhas, canalhas, canalhas, na acepção do Requião e do Lindbergh, metiam a mão na grana e enquanto depunham uma Presidenta que não roubou nada!

A informação deve ser verdadeira, não tivesse sido vazada pelo Conexões Tigre:

Senadores do PMDB receberam parte de propina de US$ 40 milhões, diz Procuradoria

O procurador da República, Diogo Castor de Mattos, da força-tarefa da Operação Lava Jato, declarou nesta quinta-feira, 23, que ‘agentes políticos do PMDB no Senado’ foram beneficiários de parte dos US$ 40 milhões de propina supostamente repassados pelos operadores do partido Jorge Luz e Bruno Luz – pai e filho, respectivamente, são alvos de mandados de prisão da Operação Blackout, 38.ª fase da Lava Jato, porque tiveram uma ‘atuação de longa data’ no esquema de corrupção instalado na Petrobrás, segundo o procurador.

“Há estimativas da Procuradoria-Geral da República de que essas pessoas (Jorge e Bruno Luz) movimentaram em torno de US$ 40 milhões em pagamentos indevidos. Os beneficiários eram diretores e gerentes da Petrobrás e também pessoas com foro privilegiado, agentes políticos relacionados ao PMDB. Há elementos que apontam que agentes políticos do Senado, ainda na ativa, foram beneficiários de parte desses pagamentos”, afirmou.

(…) O procurador Diogo Castor não citou nome de nenhum político supostamente beneficiário das propinas dos operadores do PMDB.

Em nota pública, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Senado, admitiu nesta quinta conhecer Jorge Luz, mas declarou que não vê o lobista ‘há mais de 25 anos’.

Leia::  Lula: estou mais preocupado com a classe trabalhadora do que com o que pode acontecer comigo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *