Avaliação de Temer: o “chumbo” eleitoral do PSDB

por Fernando Brito, Tijolaço

Enfiado até o pescoço no Governo Temer, como fará o PSDB para se livrar do estigma de  estar atrelado a um sujeito que, por enquanto, tem 10% de aprovação pública, como revela a pesquisa Ibope/CNI divulgada hoje?

Por enquanto, esclareça-se, porque este número tende ainda baixar mais à medida em que o desemprego aumenta e se acirra o debate em torno da reforma da Previdência.

Temer consegue a proeza, inclusive, de ter seu governo considerado pior  do que os estertores da desestabilizada administração Dilma por nada menos de 41% dos entrevistados o que, somado aos 38% que o consideram igual, deixa apenas 18% para os que o acham melhor (3% não responderam).

Como carregar um “chumbo” desta densidade numa campanha eleitoral?

Essa é a questão que não está, ainda, colocada abertamente nas pesquisas de intenção de voto. embora vá ser decisiva.

Fernando Collor, embora tenha sido eleito pelo PMDB.passou dois anos na oposiçao – e em ataques verbais violentos – para se “limpar” do fato de ter sido eleito .

Marquetagem básica: Dória, por conta de sua traição a Geraldo Alckmin, foi se juntar aos grupos tucanos mais próximos a Temer.

Não adiantará nada se for o anti-Lula sendo o pró-Temer.

Leia::  Dono do Catraca Livre diz que MBL e publicitário estão por trás de site de notícias falsas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *